A Serra do Cipó é um dos principais circuitos turísticos de Minas Gerais. Localizado na região Central do estado, a 100 km de Belo Horizonte, é um dos roteiros mais procurados, tanto por belo-horizontinos quanto por turistas de todo o país. Ele é constituído de charmosas cidades e vilarejos, além de complexos de cachoeiras. Integrante da Cadeia do Espinhaço, na serra está um dos mais conhecidos parques do estado, o Parque Nacional da Serra do Cipó.

Nem sempre as informações sobre a Serra do Cipó ou o Parque Nacional estão facilmente disponíveis ou reunidas em um mesmo local, já que são muitas as opções de hospedagens e passeios. E isso deixa o visitante um pouco confuso ou faz com que ele não aproveite ao máximo a potencialidade da região.

Para ajudar a resolver esse problema, preparamos algumas informações básicas que podem auxiliar quem está indo ao local pela primeira vez. Confira a seguir!

Conheça a serra

O Parque Nacional da Serra do Cipó abrange os municípios de Jaboticatubas, Santana do Riacho, Morro do Pilar e Itambé do Mato Dentro, além de fazer divisa com Itabira, e tem área total de 33.800 hectares, conforme o ICMBio, que é o responsável pela administração do parque. Chega-se à região pelas rodovias MG-010 e MG-424, sendo que a primeira só tem asfalto até o Km 100. O acesso ao parque está no Km 94. Depois, é preciso percorrer 3 km de estrada de terra.

Há muitas quedas d’água na região, mas nem todas têm banho permitido. As duas principais são o Cânion das Bandeirinhas e a Cachoeira da Farofa. Em ambas, pode-se nadar.

Antes de ir ao parque, é bom se informar sobre as condições locais. Havendo risco de chuva, o melhor é deixar o passeio para quando o tempo se firmar. Os contatos do parque são: parna.serradocipo@icmbio.gov.br e (31) 37187151/ 7475/ 7481/7469.

Texto por Cláudia Rezende
Foto: José Carlos Paiva/Imprensa MG