Para os apaixonados por queijo e vinho, nada melhor que uma excelente combinação entre eles. Tá certo que os queijos Brie, Roquefort, Parmeggiano, Gorgonzola e Roquefort são sensacionais harmonizados, mas, e para quem é amante do nosso querido Queijo Minas? Tem como harmonizar? É claro! Confira abaixo a sugestão para degustar o queijo mineiro e aproveite!

Queijos e Vinhos

Queijo e vinho compartilham uma história e tanto, desde a antiguidade. Ambos são produtos da fermentação, uma técnica desenvolvida há milhares de anos com o intuito de preservar alimentos frescos para os dias mais frios do inverno nas regiões de clima temperado. Foram, sem dúvida, feitos um para o outro.

No entanto, harmonizar os dois não é algo fácil. A quantidade de tipos diferentes de queijo só encontra rival na variação de vinhos disponíveis no mercado.

Qual vinho escolher?

Ainda que qualquer vinho que você escolha seja um bom acompanhamento para os queijos dos mais diversos tipos, existem algumas harmonizações que realçam os sabores do queijo enquanto que outras fazem os sabores e aromas do vinho sumir no contraste.

Os queijos têm três características principais que influenciam a nossa percepção de sabor:

Textura: o queijo pode ser cremoso ou firme e seco.

Intensidade: queijos frescos tendem a ser menos saborosos; os envelhecidos ganham mais sabores com o tempo.

Acidez: queijos frescos possuem acidez baixa, enquanto que nos queijos mais secos, como parmesão, a acidez é mais alta.

Devido aos seus sabores, os queijos têm um papel dominante quando combinados com vinho. Assim, é responsabilidade do queijo se comportar bem na harmonização para realçar o sabor do vinho na combinação, sem reduzi-lo. A regra principal é simples: procure harmonizar queijos e vinhos de acordo com a intensidade de sabor e envelhecimento.

Queijo Minas

O nosso tradicional queijo minas é fresco e leve, com pouca gordura. Assim como a mussarela, ricota e cottage, o Quejo Minas pede um vinho branco leve, refrescante e frutado como aqueles produzidos com a uva Sauvignon Blanc.

Os vinhos dessa variedade têm aromas de frutas cítricas e tropicais, algumas vezes até de vegetais e grama.

Apreciador dos produtos de Minas Gerais? Conheça também o Minas Collection: www.minascollection.com.br

Créditos da Matéria e Foto: Fábio Grassiotto do Blog Que Vinho