Foto de capa: Pixabay

Cidade jardim, dos bares, da gastronomia, da cachaça, de uma das maiores “rivalidades” do futebol brasileiro, Belo Horizonte não deixa nada a desejar no quesito passeios legais e comemorativos. Agosto, por exemplo, é o mês deles, dos pais, que merecem um roteiro para celebrar a data, conforme o estilo de cada um. Na seleção que o Turismo Mineiro fez, tem de tudo um pouco. Opções irresistíveis para ter um domingo pra lá de feliz ao lado do paizão! Confiram!

 

Esportivo

Pai que ama futebol vai poder curtir um clássico brasileiro no Mineirão: Atlético-MG e Flamengo. Os dois times se enfrentam, no dia 13 de agosto, pela 20ª rodada do Brasileirão, às 16 horas. Com Museu Brasileiro do Futebol, ampla esplanada e ainda jogos, o estádio é um dos grandes pontos turísticos da cidade.

Mineirão: ponto turístico definitivo de BH. Foto: Renato Cobucci/Imprensa MG

Pais cruzeirenses não terão jogo do time do coração na capital, mas podem escolher, dentre os muitos locais que transmitem, aquele cantinho mais agradável para acompanhar a partida de São Paulo x Cruzeiro, no Morumbi. Só que é preciso acordar cedo para conferir: começa às 11h. Boa pedida para almoçar conferindo o jogo pela telinha, hein?

 

Culto

 Se o seu papai gosta de atrativos culturais, uma boa dica é levá-lo ao Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Margeando a praça-símbolo de Belo Horizonte, construída na mesma época da inauguração da cidade, no final do século 19, o circuito é composto por 14 prédios históricos, alguns em estilo eclético, outros já do período moderno. No entorno, além das edificações que compõem oficialmente o circuito, há belos casarões e o memorável e ondulado Edifício Niemeyer, outro cartão-postal da capital mineira. Os prédios do circuito têm sempre exposições temporárias, além das fixas. Vale a pena dar uma olhada no cardápio e escolher pelo menos um ou dois dos prédios para passear com o papai.

Circuito da Praça da Liberdade tem mais de 14 prédios abertos à visitação. Foto: Lúcia Sebe/Imprensa MG

 

Cervejeiro

Para os papais que apreciam uma bela cerveja, além, claro, dos muitos botecos que têm as marcas mais comuns, há opções que vão bem além. Belo Horizonte e Região Metropolitana vêm se consolidando como polo cervejeiro em geral e de cerveja artesanal. Marcas que nasceram por aqui têm conquistado o mundo, como Backer, Wäls, Krug… E a ótima notícia é que essas três, por exemplo, oferecem a possibilidade de os amantes da bebida conhecerem a fábrica.

Na Krug Bier, as visitas são aos sábados, das 10h às 12h, guiadas pelo mestre-cervejeiro e com direito a degustação. É necessário entrar no site (http://www.krug.com.br/?page_id=193) e preencher o formulário. O investimento é de R$ 60.

Na Wäls, as visitas são de terça a sexta, às 18h30, e aos sábados, às 12h30 e às 15h, com duração de 40 minutos cada e máximo de 30 pessoas por turma. O investimento é de R$ 30 e, no final, os visitantes também têm direito a degustação. O pagamento deve ser feito antes, na Wäls Store (http://www.wals.com.br/#).

A Backer possui Pátio Cervejeiro, no bairro Olhos d’Água. Lá, os visitantes podem se esbaldar, com visita à fábrica (Maternidade Cervejeira), cursos e restaurante (Templo Cervejeiro). Aliás, para quem quer apenas um almoço especial com o papai, a dica é boa, já que o cardápio foi desenvolvido para harmonizar com as bebidas do local. Quem quiser visitar a Maternidade Cervejeira deve agendar pelo telefone (31) 3228-8875. Cada tour dura cerca de 60 minutos e dá direito a cinco degustações de cervejas do dia, uma taça e um certificado e, ao final, à degustação de quatro chopes do dia e uma caneca. O custo é de R$ 40.

Pátio Cervejeiro da Backer: gastronomia e cerveja. Foto: Daniel Mansur/Studio Pixel

No entorno de BH, há, ainda, outras cervejarias, como a Küd (http://www.cervejariakud.com.br/beers) e a Falke (http://www.falkebier.com/), que oferecem o passeio à fábrica.

 

Bom de prato

 É até difícil fazer uma seleção de lugares legais para o passeio gastronômico de Dia dos Pais em Belo Horizonte, tanta é a variedade. Se o seu pai é daqueles que gostam de comer bem ou experimentar novos sabores, vocês estão no lugar certo. Veja abaixo algumas sugestões para comer em uma cidade em que o cardápio não se esgota!

Maria das Tranças – Tradicional restaurante de BH, tem o menu baseado em frango. Em dois endereços: rua Estoril, 938, São Francisco. e rua Professor Moraes, 158, Savassi.

Chopp da Fábrica – Para comer em abundância e bem. Avenida do Contorno, 2.736 – Santa Efigênia.

Restaurante do Porto – Um dos mais tradicionais restaurantes portugueses da cidade. Em dois endereços: rua Conselheiro Lafaiete, 2.099, Cidade Nova e rua Espírito Santo, 1.507, Lourdes.

Maharaj – Opção de comida indiana. Rua Paraíba, 523, Funcionários. Cantina do Lucas – Outro tradicional ponto gastronômico da cidade, funciona no térreo do Edifício Maletta. Av. Augusto de Lima, 233, loja 18, Ed. Maletta, Centro.

L’Entrecôte de Paris – Especializado no corte de carne especificado no nome do restaurante, sempre servido com batatas fritas e molho especial. Rua Marília de Dirceu, 189, Lourdes.

Alguidares – Uma das referências em comida baiana em BH. Rua Pium-í, 1.037, Sion.

Salumeria Central – Especializada em pratos à base de carne de porco. Rua Sapucaí, 527, Floresta.

Província de=i Salerno – Comida típica italiana. Rua Maranhão, 18, Santa Efigênia.